quarta-feira, 5 de setembro de 2018




A QUANTO TEMPO VOCÊ VEM VEM VEM.
EU ME APEGO AO TEU CÓDIGO, CHEGAR FERRUGEM DO NOSSO TERM, TREM TREM TREM...
SEM TRISTEZA EU APOSTO, VIRULÊNCIA POTESTADE,GUARDO MINHA OPINIÃO...
CHEGA MORTE NA JANGADA, DE DESPEÇO DE PROTESTO, NO CONGRESSO DO BAIÃO

SE DEPOIS DESSA JORNADA .. VOCÊ LINDA QUASE MATA ME MALTRATA O CORAÇÃO
E LINDA QUE INSISTA BEM DE LEVE EU CONSIGA COM ARDOR NEM ME POUPAR
SEGUE LOGO O TEU CAMINHO E AJUSTIÇA EM DESALINHO PARA DENTRO DO ALTAR...


VEM QUERIDA BEM DEPRESSA.. QUE EU FECUNDO EMPATO COMO UM ÉBRIO
EU ME DIVIRTO COM SUCESSO DE AMAR SEM CONVERTER
ESSA CARA DE RECHAÇA, ME EQUILIBRA NA CANASTRA NOITE E DIA SEM COM IRA , LIRA ARRASTÃO
E SÓ AGORA EU QUERO SER TEU SEM INTERMÉDIO.. NOSSA PLENITUDE E SUA JUVENTUDE FAZ PAIRAR MINHA FUNÇÃO

sábado, 31 de março de 2018



Endereçado ao Paulo Maluf que nesta hora gosa de sua mansão luxuosa vestido no seu terno colossal ... E diz ser inocente com a cara de insolente jura que pega mal ..
Quão de hoje se perdeu nos bares e esquinas daí?, filosofando esquiva de politico corrupto que dorme a fortuna do povo dentro de carro Porsche do ano...Doente dos dentes que mentem falaciosamente.? carente de imbecilidade porque o que havia de caráter se deixou levar com a lama do que só cabe na falta de saneamento básico.. ? e daí ? que vai ir ? emergir quando pode rir...?? Deus nos Ilumine!

domingo, 18 de março de 2018




Somos filhos do tempo? O que é o tempo? Geralmente temos o prenuncio de que o tempo é acontecer de cada coisa na vida. Mas hoje quero esclarecer uma ideia, um aprendizado. O tempo não significa apenas o acontecer, mas, o alvorecer de todo e qualquer acontecimento. O tempo não é só a justificativa para a idade que avança, mas a memória do passado que controla o presente e o presente é a construção e a semente que flui no amanhã. O tempo é tudo que se encaixa no que já foi ... e o que já foi é o anuncio, o por vir do que almejamos planejamos na trena do construtor. E somos todos construtores não duvide disso jamais. A idade dizia Cicero é o tempo da clarividência. Que com esse resquício sobre o tempo, e assim cumulados de sabedoria renovada atinjamos as respostas para metas simples tais como o que estamos lendo ouvindo, que filme que se está assistindo....frestas, compiladas com carinho e cuidado... Que venha a dor de cada tempo, e que cada acontecimento fique jubilando o tempo necessário não atrasando o futuro. Quer Deus nos abençoe em cada jornada.

domingo, 4 de março de 2018




Afinal de contas quem somos nós? Nesse mundo atros? Um escândalo, um sussurro, um absurdo no escuro de um grito?...
Um ser humano se prende as escamas e as entranhas se alinham em muquiranas que dormem ciganas ...O desejo de morte entre cursam com a sorte de um dia melhor...

domingo, 27 de agosto de 2017


Ocorreu-me que de-repente detestara meu próprio nome; e a insônia me corroía os dentes; enquanto faltava-me opções de fuga. Debaixo do meu nariz estavam reunidos todas as provas cabais do meu desleixo. Só ela não passava,sua beleza, seu costume; tudo em mim se despia mas não ela...Talvez porque eu mesmo não deixava ela partir... simples assim...Ela dizia vai... e eu não ia, procrastinei e estendi meu sofrimento.... quanto a ela, seguiu seu rumo, trocou de carro, largou o cigarro... E minha língua não mais se opôs ao gosto porque edificara a prisão dos meu medos, amando em segredo quem não podia amar...Mas preciso admitir - não sou bom com as pessoas, sempre me virei sozinho, isso por ter uma atração pela solidão... ela combina comigo desde a esquina da razão, que perversa deixa quase que amaldiçoado o amor desestruturado no chão do salão principal que se entedia dentro do peito. Agora que fiquemos em paz um único minuto...

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

domingo, 20 de agosto de 2017




Se todo dia fosse dia de ócio
E o tilintar do violão clareasse o meu samba
Eu é que iria me embora da cidade, depois do lixo que deixaste em mim...
E em plena passarela com sua covardia estreita, minguante iluminada a seca a sede...
E eu perdesse o sono por você; Eu iria para o raio que o parta
Mas escolheria ir sem ninguém, e em cada doze, metamorfose
Eu, em pleno carnaval, deixaria por fim, cada gota de lágrima rolar
Daquelas que não se sabem degustar nem no almoço e nem no jantar..
Eu iria inteiro comigo mesmo a pés descalços
E só assim depois da conversão, me consolar com tesão.. Dizendo aos meus impulsos
Não.....